Vereador Eduardo acredita que denúncias sobre a CSN devem ser esclarecidas

por Rita Cordeiro publicado 25/05/2018 12h55, última modificação 22/06/2018 16h51
Vereador Eduardo acredita que denúncias sobre a CSN devem ser esclarecidas

VER. EDUARDO CORDEIRO MATOSINHOS


Em Reunião Ordinária, da Sessão Legislativa da Câmara Municipal de congonhas, Ver. Eduardo Cordeiro Matosinhos, dia 22 de maio de 2018 discordou do presidente Adivar quanto à isenção da CMC em relação ao conflito entre CSN e seus funcionários. Ao contrário acredita que é dever do Legislativo se posicionar a favor de uma mediação, pois acredita que a discussão vai além das leis e considera ser denúncia de ameaça, tal pronunciamento do diretor do Sindicato Metabase - Rafael Ribeiro Ávila, em plenário.

Afirmou que o tom da conversa mudaria se a Câmara como poder público se aproximasse da PM. Disse - “Caberia não só a participação do Legislativo, mas alguém que fale em nome do prefeito que no momento não está na cidade. A questão é muito séria, porque aos olhos da sociedade deixar por conta dos trabalhadores, isso não seria justo. Nós devemos advogar algo que é prerrogativa do povo”.

E exemplificou - “A folha de pagamento da prefeitura só foi paga mês passado, reiterando palavras do prefeito, devido à correção de acréscimo do CFEM (Compensação Financeira de Recursos Minerais). Se não houvesse esta correção Congonhas já não teria dinheiro para pagar o trabalhador efetivo. E eles (funcionários da CSN) não estão querendo tirar proveito dos vereadores, pois este tom de ameaça não deve existe mais, no século XXI. A presença de representantes do Legislativo, junto ao MP, Juiz da cidade e o prefeito constituiria maior credibilidade”.

Vereador ainda salientou que caso o presidente da CSN não participe das reuniões, os representantes de entidades institucionais e órgãos públicos lhes farão uma visita e que a força da Comissão de Direitos humanos, da CMC serve, principalmente, para auxiliar e reparar direitos constituídos.

 

Fonte: Rita Cordeiro/Assessoria de Imprensa/CMC 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.