Vereador Niltinho Cria projeto que tornará Possível Divulgação de Remédios Disponíveis pelo SUS no Município

por Rita Cordeiro publicado 06/06/2018 00h00, última modificação 11/06/2018 18h10
Vereador Niltinho Cria projeto que tornará Possível Divulgação de Remédios Disponíveis pelo SUS no Município

Ver. Nilton Ramalho da Cruz

 

Em Reunião Ordinária, da Sessão Legislativa da Câmara Municipal de Congonhas, do dia 29 de maio de 2018, o Vereador Nilton da Cruz Ramalho tornou possível mais um projeto de interesse público. Ao deparar com pessoas que faziam questionamentos sobre quais remédios estariam disponíveis na rede de saúde, achou de grande utilidade pública criar um projeto substitutivo para adequar a esta necessidade e para sua satisfação, foi contemplado com aprovação da maioria, em plenário.

A iniciativa deste projeto foi Substitutivo ao Projeto de Lei n° 060/2017, onde dispõe sobre a obrigatoriedade de divulgação da relação de medicamentos disponíveis na rede municipal de saúde.

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União (DOU) em 2017, uma lista de medicamentos essenciais, que definem as necessidades prioritárias do SUS, que contam com, aproximadamente, 869 medicamentos e que são classificados como: básicos, estratégicos, especializados, insumos e hospitalares.

Em 2018 a RENAME - Relação Nacional de Medicamentos Essenciais e instrumento regulatório definiu que seriam os medicamentos: básicos; especializados, hospitalares e oncológicos, no total de 1.098 medicamentos disponíveis para a população.

O Vereador Niltinho tornará possível a divulgação de medicamentos disponíveis pelo SUS, para o município, onde a prefeitura divulgará em seu site oficial e nas dependências das Unidades Básicas de Saúde, tão logo seja sancionado o projeto, que se tornará Lei e entrará em vigor na data de sua publicação.



Fonte: Rita Cordeiro/Assessoria de Imprensa/CMC

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.