Parceria entre Legislativo e Executivo tem gerado bons frutos a Congonhas

por Rita Cordeiro publicado 19/06/2018 00h00, última modificação 28/06/2018 16h39
Parceria entre Legislativo e Executivo tem gerado bons frutos a Congonhas

Presidente da CMC - Adivar Geraldo Barbosa


Na 20° Reunião Ordinária, da Sessão Legislativa da Câmara Municipal de Congonhas, dia 19 de junho de 2018, o presidente da CMC - Adivar Geraldo Barbosa fez referencia as obras que estão sendo feitas, no município, como o Poliesportivo, que conta com uma grande estrutura e salas para reuniões, inaugurado, recentemente.  

Comprovação esta que fez o presidente elogiar também o trabalho dos vereadores, que fiscalizam, cobram e aprovam projetos, que se materializam em obras concretas para o município. Afirmou que é importante a harmonia entre Legislativo e Executivo e que esta parceria, sem rixas e discórdias constantes entre partidos que se dividem, quando unidos quem ganha é a população.

“O Governo municipal é um governo abençoado. Avança em todos os setores, mas não resta a menor dúvida que tudo isso tem a participação desta Casa e quando há sintonia entre Câmara e Prefeitura a cidade caminha bem. Este é o princípio do trabalho em conjunto.”

 Aprovado 1° Votação do Plano Diretor com Emendas e Subemendas Modificativas

Aprovado Segundo Projeto Substitutivo ao Projeto de Lei nº 072/2017, do Executivo, que Altera o Anexo III – Mapa de Zoneamento do Distrito Sede de Congonhas da Lei nº 2624/2006, que Dispõe sobre Normas de Uso e Ocupação do Solo no Município de Congonhas, assim como as categorias de Uso da Zona Urbana do Distrito Sede de Congonhas – ZUR Congonhas, com emendas e subemendas: Em votação foram aprovadas as emendas modificativas e aditivas: nº 01e 02. Subemenda aditiva a emenda modificativa nº 02.

O presidente cita que desde março de 2017 fazem reuniões com engenheiros, projetistas, Gestão Urbana, Comissão Especial, Procurador do Município e todos os envolvidos neste trabalho, para adaptação da cidade aos tempos atuais. E agradeceu a Deus, a todos os colaboradores.

“Congonhas foi uma das primeiras cidades a implantar um Plano Diretor, em 2006 e não entendíamos sobre exigências de faixa do IPHAN, por exemplo. Problemas da Jk que hoje dentro das normas atuais não poderia existir nenhum comércio, pois é uma zona estritamente residencial. Tem a questão dos chacreamentos, que estamos cobrando do Governo Municipal, porém são estas mudanças legais e estruturais que estão ocorrendo fará Congonhas avançar”.

 

 Fonte: Rita Cordeiro/Assessoria de Imprensa/CMC

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.